Mostra Paranaense
de Dança 2019
Participe você também!

Etapas seletivas em Curitiba, Ponta Grossa, Campo Mourão, Maringá e Cascavel.

Comece a ensaiar sua coreografia!

Imagem
A Mostra foi criada para valorizar a dança, promover a profissão de bailarino e incentivar a formação de público para as artes. A ideia sempre foi dar visibilidade ao trabalho realizado por diversas escolas, academias e grupos de dança do Paraná e de estados vizinhos. Por esses motivos, a Mostra se consolidou como um festival de promoção à dança e não um evento que visa à competição entre os seus participantes.

Artistas de diversas idades apresentam coreografias em diferentes estilos de dança nos palcos paranaenses. Os trabalhos passam por uma avaliação artística durante as seletivas regionais, e os selecionados são convidados a se apresentar durante a Mostra Final no palco do Guairão - um sonho para muitos artistas da dança - ou em espaços públicos da capital paranaense, no Palco Alternativo.

Paralelas às apresentações, são promovidas oficinas de aprimoramento técnico e artístico para estimular a interação entre participantes e profissionais da área.

Já foram revelados talentos e, anualmente, são homenageados nomes de destaque com o Prêmio ABABTG de Incentivo à Dança.

Conheça a história do festival que promove a dança

2008
Quando tudo começou
O evento nasceu para divulgar a dança, formar plateia e não ser um festival competitivo. A 1ª edição foi realizada somente em Curitiba e teve a participação de 13 grupos locais. Em cada noite do espetáculo foi apresentado pelo Balé Teatro Guaíra um trecho da obra 'Romeu e Julieta', de Luiz Fernando Bongiovanni. 
2009
Começam as Etapas Seletivas 
A partir da 2ª edição, a Mostra começou a viajar o Estado, com a realização de seletivas em diversas cidades paranaenses e final na capital. Foram promovidas Etapas Seletivas em Curitiba, Ponta Grossa, Maringá, Francisco Beltrão e União da Vitória, com espetáculos do Balé Teatro Guaíra no interior. A final foi no Guairinha e teve também a participação da G2 Cia de Dança. É criado o Prêmio ABABTG de Incentivo à Dança.
2010
Mostra Paranaense de Dança
Em função de suas características e abrangência territorial, o festival passou a ser chamar Mostra Paranaense de Dança. Naquele ano foram realizadas seletivas em Curitiba, Ponta Grossa, Francisco Beltrão, União da Vitória, Apucarana, Campo Mourão e Jacarezinho. O Balé Teatro Guaíra fez a abertura dos espetáculos no interior e uma apresentação com fins didáticos em cada cidade. É criado o Palco Alternativo, com apresentações em shopping center de Curitiba.
2011
Incentivo à criação
Sediaram a 4ª edição da Mostra: Francisco Beltrão, Ibiporã, Ponta Grossa, Curitiba e União da Vitória. Nas seletivas foram realizadas apresentações coreográficas propostas pelos bailarinos do Balé Teatro Guaíra. Na Mostra Final, em parceria com a Fundação Cultural de Curitiba, o Palco Alternativo aconteceu durante a Virada Cultural, nas Arcadas de São Francisco e Casa Hoffmann.
2012
Apresentação de Cias Convidadas
Promovidas seletivas em Curitiba, Francisco Beltrão, Apucarana, União da Vitória, Ponta Grossa e Paranavaí. Durante o tour pelo interior do Estado, foram realizadas apresentações da EF Jazz Company e Cia Eliane Fetzer de Dança Contemporânea. Durante a Mostra Final, companhias e bailarinos profissionais convidados passaram a abrir os espetáculos. Além das já mencionadas, participaram a Cia Masculina de Dança Jair Moraes, Brainstorm e Emilie Siqueira & Erickson de Oliveira. O Palco Alternativo foi realizado durante 5 dias, em shopping center de Curitiba
2013 
Diversos estilos e linguagens
A 6ª edição aconteceu em Curitiba, Francisco Beltrão, União da Vitória, Ponta Grossa e Apucarana. As seletivas tiveram a participação especial da EF Jazz Company e da Cia Eliane Fetzer de Dança Contemporânea. A Mostra Final contou com belas apresentações do Balé Teatro Guaíra e da Cia de Dança Masculina Jair Moraes. O Palco Alternativo foi montado no Memorial de Curitiba.
2014
Parceria Brasil-Alemanha
Na 7ª edição do evento foi consolidada uma parceria com o Festival Internacional de Solos de Stuttgart (Internationales Solo-Tanz -Theater Festival Stuttgart). Os solistas premiados na Alemanha são convidados para apresentações na abertura oficial da Mostra Paranaense de Dança. A Final foi realizada pela primeira vez no Guairão, um feito muito significativo para o evento e seus participantes.
2015
Roteiro mundial da dança
A edição de 2015 realizou seletivas nas cidades de Curitiba, Ponta Grossa, Apucarana e Pato Branco. Por intermédio da parceria com o Internationales Solo-Tanz-Theater Festival Stuttgart, artistas da Holanda, Canadá, Índia, Hungria e Israel se apresentaram no palco de Guairinha. Outra novidade foi a concessão de uma bolsa de estudos a um participante selecionado, pelo Eliane Fetzer Centro de Dança, durante o evento.
2016
Superando metas
As Etapas Seletivas foram realizadas nas cidades de Curitiba, Ponta Grossa, Pato Branco, Campo Mourão e Marialva. O evento superou a marca almejada de 1.500 inscritos, com a participação de 1.992 artistas, e teve a presença de companhias e bailarinos profissionais convidados, como o Balé Teatro Guaíra e os solistas premiados no Internationales Solo-Tanz-Theater Festival Stuttgart.
2017
10 anos de incentivo à dança
Em 2017 a Mostra completou 10 anos de realização e teve seu número recorde de inscritos: 2.360 artistas. As cidades escolhidas para receber o Festival foram Curitiba, Ponta Grossa, Francisco Beltrão, Campo Mourão e Arapongas

O Palco Alternativo foi retomado e trabalhos de diversos estilos se apresentaram no Memorial de Curitiba e na Casa Hoffmann, durante a Etapa Final. Cerca de 17 mil pessoas assistiram às apresentações. 
10ª
2018
Além das fronteiras do Paraná
Curitiba, Campo Mourão, Chopinzinho, Ponta Grossa e Arapongas receberam a 11ª edição. O evento contou com 2.276 participantes, 542 coreografias e 174 grupos inscritos. Artistas de 62 cidades do Paraná e Santa Catarina se apresentaram durante a Mostra Paranaense de Dança 2018. 


11ª
2019
Faça parte desta história!
Serão realizadas Etapas Seletivas em Curitiba, Ponta Grossa, Maringá, Campo Mourão e Cascavel. As inscrições serão abertas em abril. Acesse o regulamento para ficar por dentro de todas as novidades. 
12ª